Meus Poemas-10.

0

A HORA ESTÁ PERTO.

Oh esposa imaculada fica alerta,
Fica esperando o Noivo e Senhor,
Não durmas, mas fica desperta,
Que tuas lâmpadas brilhem com amor.

Se tua espera se torna penosa,
É só mais um pouco esse sofrer,
Olha para os céus, pois a Estrela Radiosa,
Em nossas almas vai resplandecer.

Meu Redentor, Rei e Senhor Amado,
Faz com que tua esposa esteja atenta à Tua voz,
Que a cada dia se aparte do pecado,
E vá ao Teu encontro de um pulo veloz.

A hora está perto, Irmãos em Cristo velemos!
Muito em breve a trombeta soará,
Juntos unidos, assim marchemos,
Porque é certo Jesus Cristo voltará.
Por: António Jesus Batalha.

0

O CAMINHO DO CALVÁRIO.

Frente ao rei Jesus é acusado,
De boca fechada, nada respondeu,
Fica Pilatos maravilhado,
Nada respondes?“quem manda sou eu”.

Nenhum poder terias contra mim,
Se de cima não te fosse dado,
Mas foi mesmo para isso que eu vim,
Dar a minha vida, ser crucificado.

Pilatos queria a Cristo libertar,
Aquela multidão, clamava de novo,
Que a Jesus Cristo devia crucificar,
E o Seu sangue, caia sobre o povo.

Entrega Jesus, para que seja açoitado,
Coroa de espinhos, Sua cabeça rasgada,
Começa o caminho, Cristo carregado,
De uma tosca cruz,pelos príncipes talhada.

Era difícil o caminho, duro de suportar,
Caminho longo de pedras, que ao calvário conduz,
Agarraram a Simão, para o poder ajudar,
Porque Ele não suportava, o peso da Sua cruz.

Chegou ao cimo do monte muito desfalecido,
Estende Suas mãos para que sejam cravadas,
E entre os malfeitores Jesus Cristo é erguido,
Suas mãos estendidas, mãos Santas e Sagradas.

Um grande convite, Ele hoje te faz,
Vinde a mim, todo o pecador;
Vinde a mim e encontrareis paz,
Eu serei, O Vosso Rei e Senhor.
Por: António Jesus Batalha.

0

SEMEADOR.

Brilha no ser a verdade como a aurora,
Em cada vida haja esta consciência,
A verdade com alegria e potência,
Liberta da incerteza que o ser devora.

Conhecerás então os belos dias,
Livre de tormento e terrores!
Mostrando a solução das tuas dores,
Trazendo a teu coração belas alegrias.

Então livre como um semeador,
Sem ficar cansado percorre o espaço,
Trazendo os seus molhos no regaço,
Colheita de grande alegria e amor.
Por : António Jesus Batalha.

A Verdade Em Poesia, António Batalha,
Bíblia Sagrada, Ciência, Desporto,Meus Poemas,
Deus,Jesus Cristo,

Advertisements

Sobre Antonio Ja.Batalha

Um Peregrino..
Esta entrada foi publicada em Poemas com as etiquetas , , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a Meus Poemas-10.

  1. Abençoado e precioso irmão.
    Vim te dizer que nada é mais precioso que Cristo em nosso Espírito,pode tudo acabar que em nós Ele estará.
    Prometo cuidar melhor de você.Um abração!
    Daqui a pouco eu volto.

    Gostar

Obrigado e volte sempre.

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s